Ruguinhas, e agora?



A toxina botulínica ainda é hoje o procedimento estético mais procurado nos consultórios médicos dermatológicos.

É o procedimento queridinho por quem deseja manter a pele livre de rugas e com aparência mais jovem por mais tempo!


MAS O QUE É A TOXINA BOTULÍNICA?


Ela é uma substância produzida por uma bactéria chamada clostridium botulinum que paralisa o movimento dos músculos no local onde é aplicada.


COMO ELA AGE NA PELE?


Normalmente, através da liberação de um neurotransmissor chamado acetilcolina pelos terminais nervosos, ocorre o estímulo elétrico para a contração muscular. A toxina botulínica quando injetada diretamente no músculo comprometido, bloqueia a liberação de acetilcolina. Logo, se a acetilcolina não puder ser liberada, a contração muscular não poderá ocorrer. Resumindo, a toxina botulínica produz uma denervação química e parcial do músculo, resultando em uma redução localizada da atividade muscular, assim evitando a contração desse músculo.

QUAIS AS INDICAÇÕES?

Quando usada para fins estéticos, a toxina botulínica consegue prevenir ou eliminar as rugas de expressão ao ser aplicada nos músculos faciais.

É usada principalmente no tratamento de rugas dinâmicas, que são aquelas que se formam pela contração muscular, como os pés de galinha, linhas da testa e entre as sobrancelhas (glabela).

Quando a musculatura sob a pele está contraída, tensa, a pele se dobra na superfície, gerando sulcos e diferenças de relevo, que são as rugas. Mas, quando essa musculatura encontra-se relaxada, a pele permanece lisa. Dessa forma, a toxina botulínica é indicada para atenuação das rugas dinâmicas, prevenindo assim, o aparecimento das rugas estáticas, que são aquelas rugas que ficam aparentes mesmo sem o movimento muscular.

A toxina botulínica também é indicada para melhora do contorno facial, quando aplicada no músculo platisma do pescoço. Para correção do sorriso gengival, através da aplicação no músculo levantador do lábio superior. E, para diminuição da hipertrofia do músculo mastigatório masseter, produzindo um efeito de emagrecimento do rosto, além de melhorar o bruxismo e tensão ao mastigar.

Outra indicação da toxina botulínica é para o tratamento da hiperidrose (suor excessivo), principalmente nas mãos, pés e axilas. Nesse caso, ela age bloqueando o estímulo do suor pelas glândulas sudoríparas.


CURIOSIDADE: a toxina botulínica além de bloquear as glândulas sudoríparas, bloqueia também as glândulas sebáceas, ocorrendo uma diminuição da oleosidade no local aplicado.

Existem também outras indicações para a toxina botulínica, sem fins estéticos, como o tratamento da enxaqueca, entre outros.






QUAL O INÍCIO DE AÇÃO E DURAÇÃO DOS EFEITOS?


Os efeitos da toxina botulínica não são imediatos, sua ação tem início após 2 a 3 dias da aplicação, ocorrendo paralisação progressiva do músculo, com pico de ação e estabilização do efeito com cerca de 15 dias.

Esse bloqueio é transitório e tem uma duração em torno de 4 a 6 meses, retornando à ação muscular de forma gradativa e, com ela as rugas, sendo necessária nova aplicação para a manutenção dos resultados.

CURIOSIDADE: todo músculo que não é usado ocorre atrofia do mesmo, logo, com o uso seriado da toxina botulínica pode haver uma leve atrofia na musculatura do local aplicado. Fato que, após o fim do efeito da toxina botulínica, podemos observar naquelas pessoas já acostumadas à aplicação periódica, que já não ocorre uma contração tão forte como antes, atenuando assim o aparecimento das rugas mesmo sem a medicação.


QUANDO COMEÇAR A APLICAR?


É indicado a partir dos 20-25 anos, como forma de prevenir a formação de algumas linhas de expressão.


QUAL O TEMPO MÍNIMO ENTRE UMA APLICAÇÃO E OUTRA?


O tempo mínimo de 3 meses deve ser respeitado para não ocorrer resistência ao produto, sendo ideal a cada 6 meses.






QUAIS OS CUIDADOS APÓS A APLICAÇÃO?


  • Deve-se evitar manipulação ou fricção no local após a aplicação;

  • É importante permanecer a cabeça na posição vertical por 4 horas;

  • Evitar exercícios físicos por 24 horas.


COMPLICAÇÕES:


Na região perioral, o excesso de dose pode provocar alterações no sorriso, dificuldades na fala e na deglutição, perda de saliva por incompetência oral e assimetria facial.

Na região cervical, se aplicada de forma errônea, pode causar disfagia, alterações na voz, dor na garganta, boca e/ou garganta seca e fraqueza dos músculos flexores cervicais.

Na área dos olhos a difusão da toxina botulínica pode provocar blefaroptose, ectrópio, diplopia, lagoftalmo e diminuição do lacrimejamento.

A aplicação precisa e o conhecimento profundo da anatomia facial, além do uso de doses corretas e diluição adequada do produto para não alterar o halo de difusão do mesmo, são indispensáveis para evitar as complicações.


E AI GOSTOU?! APROVEITE JÁ E AGENDE SUA CONSULTA COM A NOSSA DERMATOLOGISTA DRA ALEXANDRA COIMBRA, VENHA ELEVAR SUA AUTOESTIMA AQUI NA DOCE PELE!!






Fale conosco

(17) 981291021

Botão Whatsapp 001.png